Lutas,

da Elenira


Pra começo de conversa,

#ForaBolsonaro e #DiretasJá


Motivos para o #ForaBolsonaro e #DiretasJá


Eleito divulgando fake news!
Esse presidente foi eleito cometendo crimes e divulgando mentiras (que agora tem o apelido de fake news) sobre os governos anteriores de Lula e Dilma do PT, sobre o funcionamento das universidades e institutos federais, sobre vacinas, até sobre a forma do planeta.
Bolsonaro e Mourão!
Além disso, depois de empossado Bolsonaro e Mourão já cometeram crimes de responsabilidade de todos os tipos previstos na Constituição e há dezenas de pedidos de impeachment dos dois.
150 mil brasileiros mortos por Covid-19!
Posso dar como exemplos de crimes de responsabilidade a não defesa da vida das pessoas fazendo do Brasil o segundo país com mais mortes pela COVID-19 no mundo, a postura pessoal dele de infectado sair conscientemente contaminando pessoas sem usar máscaras, promovendo aglomerações.
Quebras de decoro!
Também nas diversas quebras de decoro ao exaltar assassinos, milicianos e torturadores, ao exaltar crimes como sonegação e estupro, entre muitas outras.
Brasil voltou ao mapa da fome!
O Brasil voltou ao mapa da fome, está batendo recordes de desemprego, de queda da atividade econômica e saída recordes de investimentos estrangeiros.

#ForaGean


Esse prefeito que iniciou seu governo atacando os trabalhadores que servem ao povo da cidade, os servidores públicos municipais destruindo plano de carreira e fazendo confiscos de salários não ajuda Florianópolis em nada.

Dificulta a vida da população mais pobre e responde por acusações pela privatização de creches por meio das OSs (Organizações Sociais) cheias de fraudes e que prejudicam o atendimento das crianças.


Só investiu 16% da verba da saúde mesmo em tempos de pandemia e fez empréstimos milionários para fazer asfalto em ano de eleição e não encaminhou o pagamento do benefício previsto na Lei Aldir Blanc aos trabalhadores e empreendimentos do setor cultural, fundamental pelo patrimônio cultural da cidade e por ser uma das atividades econômicas para uma cidade turística como a nossa!

#600atéofim


Defendemos que o Auxílio Emergencial (AE) proposto pela bancada do PT e da oposição e aprovado contra a vontade do governo Bolsonaro não seja reduzido. Esse tem sido o único elemento de manter a vida de muitos desempregados, pessoas em situação de vulnerabilidade e pessoas com trabalhos precários como MEIs ou trabalhadores de aplicativos. Também tem sido fundamental para manter o funcionamento de pequenos comércios que vendem para os beneficiários do AE.

#ReformaAdministrativaNão


A PEC 32/2020 não é uma proposta de reforma administrativa, mas uma proposta de destruição de tudo que atende à maioria da população brasileira, permitindo concessões e privatizações de serviços públicos como saúde, educação e assistência social.

Não atinge os realmente privilegiados do serviços público, como juízes e políticos, mas pune severamente professores, merendeiras, médicos, psicólogos, agentes de saúde, assistentes sociais, fiscais de preservação ambiental e tantos outros que trabalham diretamente para atender às demandas do povo e dos interesses coletivos como a defesa do patrimônio natural e cultural e ganham salários em média de até 5 salários mínimos.

Vai aumentar muito o número de cargos de indicação e acabar com o vínculo com o público, com o fim da estabilidade, obrigando os servidores que sobrarem a obedecer o chefe de plantão.

E concentra muito poder na mão do presidente da República. Imagina sendo o Lula ou o Bolsonaro se você ia querer que o presidente possa demitir, transformar e extinguir cargos e criar ou fechar órgãos sem nem ao menos passar pelo Congresso Nacional?

#PosseDoReitorEleitoJá

#PosseGaribajá


Não é possível admitir a intervenção do Ministério da Educação em nenhuma instituição de ensino que tem autonomia constitucional como Institutos e Universidades Federais.

No caso do IFSC em que o candidato derrotado se dispôs a cumprir o triste papel de atuar de acordo com o MEC de um governo inimigo da educação e que quer destruir as instituições e tem projetos privatizantes e elitizantes como o Future-se e o Novos Caminhos, essa situação tem trazido muitos transtornos, com o encaminhamento sem planejamento de atividades não presenciais, ameaça às matrículas de estudantes em vulnerabilidade e mesmo ao orçamento da instituição, além de perseguição à dirigentes sindicais e repressão policial à ato em defesa da democracia na instituição.


É preciso que o candidato eleito seja nomeado no IFSC e em todas as IFEs.

#EuDefendooSUS


Na pandemia mais do que em qualquer outro momento da nossa história mostrou o quanto essa é uma das maiores e mais importantes políticas públicas brasileiras por ser uma política integral e universal, que atende a todas as pessoas no Brasil com o serviço de saúde.

É preciso defender o orçamento mínimo e inclusive mais que o mínimo para garantia da saúde de todes, a valorização e condições dignas de trabalho de todos que atuam no sistema e revogar a privatização de serviços, como no caso do Hospital Florianópolis, que teve queda da qualidade de atendimento e aumento de custos.

#AulasSeRecuperamVidasNão


O período de pandemia mostrou a importância dos serviços públicos e da prioridade da vida.

É claro que todo esse período sem aulas presenciais afeta a educação das crianças, jovens e adultos estudantes da nossa cidade e do Brasil.

Não é possível fazer remotamente o mesmo trabalho. Mas muito pior é colocar as vidas de estudantes e profissionais em risco enquanto não for seguro.

A postura do presidente, do governador e do Prefeito de transferir suas responsabilidade em coordenar as medidas de saúde é inaceitável e uma grave omissão.

É preciso assumir as vidas como prioridade e somente autorizar a vota às aulas quando houver condições de segurança sanitária e de equidade na educação.

#LeiAldirBlanc


Essa lei proposta pela Deputada Benedita da Silva do PT/RJ procura auxiliar um dos setores mais importantes em qualquer sociedade, o setor cultural: artistas, empresas e entidades desse setor.

Essa Lei permite equacionar minimamente a situação e manter a sobrevida.
O governo do estado de SC demorou demais a definir a forma de repasse do recurso recebido da União e a prefeitura de Florianópolis novamente se omite.

Essa demora prejudica demais um setor social estratégico e defendemos sua implantação o mais rápido possível.

#RevogaEC95


A chamada Emenda do Teto de Gastos, que na verdade só retira orçamento dos serviços de atendimento aos direitos da população e da soberania nacional, tem representado importantes cortes de manutenção e investimento na soberania alimentar, educação, saúde, moradia, assistência, cultura, infraestrutura entre outros para destinar recursos ao setor financeiro sem retorno social, prejudicando o desenvolvimento social e empurrando parte importante da população para a fome, o desemprego e as ruas. É preciso revogar imediatamente essa medida e garantir o investimento e o desenvolvimento.

#EscolaEspecialNãoéInclusiva

#CapacitismoNão


O governo baixou o decreto 10502/2020 do MEC retomando a política excludente de separar pessoas com deficiência (PCDs) dos processos educativos o que representa um retrocesso de 30 anos na política de universalização e inclusão das PCDs.

A presença das PCDs na escola regular enriquece o desenvolvimento delas e das pessoas que não tem deficiência, porque pluraliza a presença nas instituições e potencializa a socialização.

#LulaLivre

#LulaInocente


O ex presidente Lula agora tem sido inocentado de muitos dos processos que respondia, todos eles sem exceção sem provas e como forma de perseguição pra evitar que ele concorresse em 2020 e evitasse a tragédia que estamos vivendo.


Sérgio Moro condenou Lula porque tinha a promessa que se confirmou que caso Bolsonaro ganhasse seria ministro.


Depois de ocupar o Ministério por mais de um ano e sem mostrar nenhum serviço prestado ao Brasil, foi retirado do Governo acusando Bolsonaro do que todos sempre soubemos: a família do presidente está envolvida em várias denúncias de corrupção e de associação com milícias.


Nunca foi contra a corrupção, sempre foi contra o povo. #MoroMente

#TchauSalles


O Ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles, condenado por crime ambiental vem cumprindo à risca sua promessa de “aproveitar a tranquilidade da pandemia para passara boiada” e vem sendo no mínimo omisso diante das queimadas na Amazônia e no Pantanal, com o crescimento da grilagem e dos garimpos ilegais, tem atuado no desmonte dos órgãos de preservação e fiscalização de áreas de proteção como IBAMA, ICMBio e CONAMA e atuou pela revogação de portarias que protegiam áreas como as de restinga e mangues, bastante presentes na nossa cidade.

Temos convivido com mudanças climáticas, fuligem, secas e enchentes e somente uma alteração radical na condução dessa política pode garantir a vida e mesmo a base econômica brasileira que retrocedeu da industrialização e tem ficado cada dia mais dependente do latifúndionegócio, porque até mesmo as comoditties que eles vendem para enriquecer meia dúzia como soja e milho dependem dos rios voadores que vem da Amazônia, por exemplo.

#oPetróleoéNosso

#PrivatizaçãoNão #EnergiaNãoéMercadoria


Contra todas as formas de privatização de setores estratégicos e da entrega do patrimônio do povo brasileiro.


Revogação do Plano de Parceiras e Investimentos, o maior plano de privatizações desde o governo entreguista de FHC que deu a Vale para promover os crimes ambientais de Mariana e Brumadinho.

Desde o golpe, os governos Temer e Bolsonaro tem encaminhado o fatiamento de empresas pra privatização, como nos casos do Banco do Brasil, da Caixa Econômica Federal, Petrobrás e Eletrobrás, além da nova lei de regulação de água e saneamento que também permite a privatização da água.

Nenhuma forma de privatização melhora a qualidade do serviço, nem diminui custos, visto que ao privatizar é preciso pagar o lucro das empresas que se envolverem.

#AlertaFeminista


Eu assinei o alerta feminista pedindo a revogação da portaria 2282/2020 que cria obstáculos para que pessoas que tem direito ao aborto legal, como crianças vítimas de estupro ou pessoas cuja gravidez imponha risco de vida pra mãe, previstos em lei desde 1940.

#MeuVotoSeráFeminista

#mvsf


O Brasil é um dos países com menor representação política de mulheres.


Em Florianópolis apenas 7 mulheres foram eleitas para a Câmara de Vereadores (CMF) e apenas mais 6 assumiram temporariamente a partir da suplência.

Mas não é suficiente votar em mulher, mas em candidaturas feministas que lutem pelos direitos das mulheres, como enfrentamento da violência, políticas públicas que revertam desigualdades históricas e muitas formas cotidianas de opressão, como diferenças salariais.

Atualmente na CMF há uma única vereadora se recusou a assumir a presidência da Comissão de Direitos da Mulher e mesmo de participar da comissão e os vereadores Lino (PT) e Marquito (PSOL) participaram da comissão e encaminharam as demandas do voto feminista.

Para enfrentar essa problemática eu me engajei e estou no Mapa de Candidatas feministas da Campanha Meu voto será feminista.

#AgendaMarielle


No dia das eleições desse ano, em 15 de novembro, completar-se-ão 977 dias do assassinato da vereadora Marielle Franco do PSOL do RJ.

O Instituto Marielle ao perceber o papel icônico da vereadora e ativista assassinada e dos bons e maus usos de sua imagem propôs uma agenda de debates e passou a divulgar os nomes de candidaturas das eleições 2020 que se comprometessem com uma agenda básica de reivindicação e luta a partir da luta desenvolvida por Marielle Franco em vida.

Eu assinei e faço parte do mapa de candidaturas que tem compromisso com essa agenda e vou encaminhar, caso eleita, aa luta pela aprovação de projetos feministas, antirracistas, de fortalecimento e empoderamento de mulheres negras e comunidades periféricas.

Lutas

de Elenira!


Princípios

da candidata


Propostas

de um mandato popular!


Para Prefeito, vote!